TEIP 3

Enquadramento


A experiência dos territórios educativos de intervenção prioritária (TEIP) teve início em 1996, por força do Despacho nº 147 – B do Ministério da Educação. Esta medida, tinha subjacente uma filosofia de discriminação positiva, para as escolas e as populações mais carenciadas, e de territorialização da ação educativa, porquanto reconhecia as dificuldades com que se deparam muitas escolas, quer em zonas de isolamento rural, quer nos meios urbanos e suas periferias, e acreditava que os contextos sociais em que as escolas estão inseridas podem e condicionam muitas vezes o sucesso educativo.

Dez anos depois, em Setembro de 2006, o governo anunciou o relançamento do programa dos Territórios Educativos de Intervenção Prioritária (TEIP2), dirigido às escolas ou agrupamentos de escolas localizados nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto, com elevado número de alunos em risco de exclusão social e escolar, com o objetivo de promover o sucesso educativo dos alunos pertencentes a meios particularmente desfavorecidos, através da apropriação, por parte das comunidades educativas assim caracterizadas, de recursos que lhes permitam orientar a sua ação para a reinserção escolar dos alunos.

despacho normativo n.º 20/2012 define normas orientadoras para a constituição de territórios educativos de intervenção prioritária de terceira geração (TEIP3). O Programa TEIP3  desenvolve-se a partir do ano lectivo de 2012-2013 e materializa-se na apresentação e desenvolvimento de planos de melhoria, visando, sem prejuízo da autonomia das escolas que os integram, a prossecução dos seguintes objectivos gerais:

  • A melhoria da qualidade da aprendizagem traduzida no sucesso educativo dos alunos;
  • O combate ao abandono escolar e às saídas precoces do sistema educativo;
  • A criação de condições que favoreçam a orientação educativa e a transição qualificada da escola para a vida activa;
  • A progressiva articulação da acção da escola com a dos parceiros dos territórios educativos de intervenção prioritária.

 

Rede TEIP


Atualmente o Programa TEIP está a ser desenvolvido em 137 Agrupamentos de Escolas, entre os quais o Agrupamento de Escolas Amadora Oeste. A Escola Secundária Seomara da Costa Primo integrou o Programa TEIP3 no ano letivo de 2012/13 e por força da 4ª fase da agregação de escolas, que ocorreu em 2013, todo o Agrupamento Amadora Oeste passou a fazer parte desta rede.

 

 

Equipa TEIP


Ações de melhoria


Depois de feito o diagnóstico e de identificadas e priorizadas as principais áreas de intervenção, são definidas ações estratégicas que visam contribuir para o Agrupamento alcancar metas de melhoria definidas e contratualizadas com a tutela, por eixo prioritário, a saber:

 

EIXO 1 - Apoio à melhoria das aprendizagens

Ação nº 1 - Organização diferenciada do grupo turma
Esta ação destina-se a flexibilizar a gestão do grupo turma de acordo com as capacidades e ritmos de aprendizagem na disciplina e matemática e português no 1º ano, 2º ano, 4º ano, 5º ano e 6º ano.
Ação nº2 - Par pedagógico
Par Pedagógico em português e matemática nas turmas referenciadas para reforço das aprendizagens.Criação de dinâmicas de trabalho em contexto sala de aula.
Ação nº3 - Apoio educativo
Apoio educativo individualizado e/ou em pequenos grupos a alunos que apresentam maiores dificuldades. Formação dos grupos realizada consoante o nível de escolaridade e os conteúdos a trabalhar
Ação nº4 - Sala de estudo
Acompanhamento e apoio individualizado e/ou em pequenos grupos destinado a todos os alunos que frequentam as escolas EB23 D FMM e ESSCP do agrupamento e garantido nos três turnos, feito por professores designados para o efeito, com recurso: a livros escolares, guias de estudo, cadernos de exercícios, cadernos de preparação para exames, guias de estudo por módulos (ensino profissional), dicionários e exames nacionais; 4 computadores com ligação à internet onde são disponibilizadas as Plataformas Saber Mais e Escola Virtual. 

EIXO 2 - Prevenção do Abandono, Absentismo e Indisciplina

Ação nº 5 - Gabinete de Apoio ao Aluno e à Família
Esta ação visa prestar um serviço complementar à intervenção do diretor de turma, no apoio a alunos com dificuldades específicas, de assiduidade, integração escolar, indisciplina, aprendizagem, relacionamento familiar, dificuldades económico-sociais graves, entre outras, nomeadamente na procura de respostas comunitárias para as problemáticas existentes. Com esta medida, pretendemos proporcionar uma efetiva ligação entre a escola a família e a comunidade
Ação nº6 - Tutorias
Acompanhamento de alunos com dificuldades de integração na comunidade escolar
Ação nº7 - Gabinete de Mediação de Conflitos
Esta ação destina-se a providenciar um acompanhamento dos alunos que manifestem problemas a nível do comportamento, quer no espaço escolar durante os intervalos letivos quer na resolução de conflitos surgidos em contexto sala de aula Acompanhamento pedagógico em período extra aula para recuperação de aprendizagens
Ação nº8 - Assembleias de Alunos
Realização de assembleias de turma mensais, no 1º 2 e 3º ciclo. Trimestralmente , os delegados de turma reúnem com o diretor do agrupamento e coordenadores de estabelecimento, no sentido de serem ouvidas as suas sugestões de melhoria. No 1º ciclo, essas reuniões decorrerão em contexto de sala de aula. Público-alvo: delegados de turmas Responsável: elegível pelo diretor Indicadores de sucesso: nº de reuniões realizadas; nº de presentes em cada sessão. Instrumentos de avaliação: questionários aos alunos; relatórios periódicos.

EIXO 3 – Gestão e Organização

Ação nº 9 - Supervisão e Articulação entre Ciclos
Nesta ação a equipa do Observatório da Qualidade da Escola, juntamente com o Coordenador do Projeto e o consultor externo, irá realizar o acompanhamento, monitorização e avaliação do Plano de Melhoria.
Ação nº10 - Observatório de Qualidade
Nesta ação a equipa do Observatório da Qualidade da Escola, juntamente com o Coordenador do Projeto e o consultor externo, irá realizar o acompanhamento, monitorização e avaliação do Plano de Melhoria

EIXO 4 - Relação Escola – Família - Comunidade

Ação nº 11 - Comunicação e Imagem
Esta ação pretende promover uma nova estratégia comunicacional com a comunidade educativa, bem como o desenvolvimento de ações de promoção de uma imagem de qualidade do Agrupamento Ex.: Newsletter, 3ª Feira de Educação e Formação, Dias Abertos; Clube Desportivo do Agrupamento; Programa Ocupacional nas férias, Atividades Desportivas
Ação nº12 - Assembleias de Pais
Abertura da Escola à comunidade, com vista ao investimento na educação não formal. Organização de workshops, ações de formação, palestras e colóquios de temas diversos e de interesse para a comunidade, tais como: sexualidade, alimentação saudável, perigos da internet, entre outros. As atividades poderão, ainda, ser dinamizadas articulação com a autarquia e de outras entidades externas

 

Recursos atribuídos


 Em breve

 

Capacitação


 Em breve

 

Links


 Sítio oficial

 Blog TEIP

Facebook TEIP

 

 

Imprimir